Pensée

Falar de amor... é deixar o amor falar.

Textos



Ocaso (2ª versão)

Bordo no peito segredos de ti
Fino bordado de fios dourados;
Emoções em riscos entrelaçados
Da cor do sonho, que ainda não perdi…
 
De viver tudo que nunca senti
Fruir de caminhos abençoados;
Quer sejam ledos ou tristes meus fados
Desfrutando tudo que não vivi.      
 
Quero, da vida, sentir os acasos    
Sempre a sorrir, sentir-me afortunada
Prenhe d’ aurora e de seus ocasos.   
 
Viver intensamente apaixonada   
Aceitando todo o amor sem atrasos
Por desta vida não esperar mais nada.
 
Lucibei@poems
Lúcia Ribeiro
In “Palavras de Cristal II” (1ª versão)
 
 
Lucibei
Enviado por Lucibei em 27/03/2012
Alterado em 02/04/2018
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras